FANDOM


Respostas
Lista de respostas dos diálogos do Episódio 10 (University Life) do jogo Amor Doce

Respostas em verde: o loveô aumenta.
Respostas em laranja: o loveô não muda.
Respostas em vermelho: o loveô diminui

Paqueras

Castiel

Eu não ia me meter, mas senti que a coisa ia dar errado.
A. Obrigada, Castiel.
B. Está tudo muito bem.
C. Essa esquentada aqui não entende o que estou dizendo!

Se me lembro bem, você disse que... eu precisava parar de falar com você "como se você fosse uma garota de 15 anos num dos meus shows".
A. Mesmo recapitulando, continuo achando que é isso mesmo.
B. Desculpe... Aquela noite não foi.. minha noite. E você chegou no pior momento, infelizmente. Falei da boca para fora.
C. Sim, Castiel... Talvez eu tenha falando num momento de raiva, mas acho que eu tinha razão. Eu me recuso a deixar que façam gato e sapato de mim.

Tsc-tsc… A Ambre foi embora do evento junto com ele... Ela ficou preocupada.
A. Então... A Ambre e você são amigos?
 B. Ela te disse o que está acontecendo? Sempre que tenho a impressão de que o Nathaniel está perto de me contar a verdade, mas...
 C. É, não revi vocês depois... Achei mesmo que vocês tivessem ido embora cedo.

Se respondeu A: Somos. Algum problema?
A. Não... Mas... Sabendo do histórico de vocês... Nunca passou pela sua cabeça que a Ambre ainda possa ter sentimentos por você?
B. Não, imagine... Acho que ela está madura e mudada. Fico contente.
C. Fico surpresa, sabendo da praga que ela era na escola. Você e eu tínhamos a mesma opinião sobre o assunto. 
Se respondeu A-A: Hmm... Nós vamos falar sobre os seus desejos de adolescentes então.
A. (Minhas bochechas ficaram vermelhas apesar de mim, eu tossi para me dar um rosto e tentei esconder minha confusão.)
B. Você os conhece.
Se respondeu B: Não. Acho que ela o protege. Ao mesmo tempo, é problema deles e meu conselho é que você entenda isso. Você só vai atrair problemas.
X. Sim, você tem toda razão.

Hmm. Bom, preciso voltar para casa para tomar um banho e encontrar o meu grupo para um ensaio.
A. Ok, vou voltar para o campus. Até mais.
 B. Talvez eu possa... Ir com você.

Achei que eu fosse cair no sono.
A. Sim, bom, desculpe. Se você não tivesse chegado tão cedo, não estaríamos nessa situação.
 B. E eu achei que teria uma crise cardíaca agora há pouco!

Pff… Imagino que não era o tipo de noite que você estava esperando.
 A. Aposto que podemos passar uma noite legal aqui. Posso colocar uma música e podemos conversar.
B. Podemos tentar sair... não?
 C. Não é culpa sua... 

(...)
A. Uau, é... Agora entendo esse agito. O clipe está incrível. 
B. A atriz... Quem é?
C. Não consigo entender por que você vai procurar uma mina que tenta te envenenar. Não está explicado, mas o clipe está incrível!

(...)
A. Sim, mas não fico muito à vontade... Saber que estamos conversando e que elas estão bem atrás da porta...
B. Imagino que não seja fácil. 
C. Você não tem medo do que elas vão dizer depois que você sair daqui?  (Ou Neutra)

Vou te falar uma coisa... Você não tem nenhuma razão para invejar essa garota do clipe.
A.(Fiquei tão surpresa com a resposta dele... Fiquei de boa aberta, sem saber o que dizer.)
B. O que te faz pensar que eu a invejo?
 C. E olha que tem motivo.

Hyun

Depois, quando percebi que a noite estava bem encaminhada, não vi mais razão para ficar.
A. Que pena. Podíamos ter terminado a noite juntos.
B. Eu te vi conversando com o Sr. Zaidi durante a note. Fiquei surpresa.
C. Sim, entendo perfeitamente. É o lado menos simpático desse meio. Você pode encontrar pessoas muito interessantes, mas também pessoas que querem transformar tudo em debate. Pode ficar muito cansativo.

Agora você já sabe o que tem que fazer!
A. Sim! Vai ficar tudo bem. Até me lembro do código do alarme, 28N1.
B. Sim, agora sou profissional. Até me lembro do código do alarme, 29N1.
C. Sim! Acho que não vai ter problema!

Eu queria te agradar
A. O blazer, o jantar, a decoração, Hyun... Você foi longe demais. Era só uma noite... Achei que fossemos sair.
B. Você fez tudo isso para mim? É... Obrigada, não sei o que dizer. Nem me arrumei para tudo isso.
C. Está ótimo! O que vamos comer?

Ele me incentivou a seguir outro caminho, certo de que eu seria mais feliz em outro ramo.
A. Parece severo... Ele deveria ter te deixado fazer o que você gosta.
B. Mas... Apesar disso, você gosta do seu curso de Comunicação.
 
C. Não deve ter sido fácil para o seu pai.

(...)
A. Não vamos dançar os dois sozinho aqui, né?
B. (Segurei a mão dele e ele me puxou em sua direção no meio do quarto.) IMAGEM

Nathaniel

Queria que você entendesse... e que me deixasse um tempo.
 A. Quer dizer que você vai continuar guardando os seus segredinhos durante muito tempo ainda, se entendi bem.
B. Acho que já te deixei tempo suficiente.
 C. Você não acha que precisa me contar a verdade, depois de tudo o que aconteceu?

Nem tudo gira ao redor de você. Existem outras coisas em jogo, e há também certas razões que me impedem de contar tudo.
A. Hmm... Eu sei, Nath, mas como você quer que eu continue a te conhecer, se você não me conta nada? 
 B. Esse é o seu jeito de falar as coisas de um jeito "educado"? 
 C. Ok, vou te dar mais um tempo.

Sim.
A. Numa determinada época, você teria me acompanhado até os dormitórios e pedido para entrar no meu quarto. Não vai mais fazer isso?
 B. Boa noite.

(...)
 A. É assim que você se alimenta, Nath? O top da alimentação balanceada!
 B. Você comprou tudo isso para nós? É adoravel, obrigada. (Ou Neutra)
C. Hmm... Não estou com muita fome.

O que você estava imaginando dessa vez?
A. que você acabou guardando uma lembrança de alguma briga?
B. Foi ... o seu pai?
C. Foi a sua gata, né?  IMAGEM

Priya

Falei alguma coisa de errado?
 A. Não, não se preocupe, está tudo bem. Ela só está cansada.
 B. Na verdade... Ela não podia tomar essa bebida alcoolizada.
 C. Aposto que era só cansaço. Vou falar com ela rapidinho, só para ter certeza de que está tudo bem.

Quero voltar para Índia e ver o que posso fazer.
A. Índia, mas... É longe... Quer dizer que não nos veremos mais
 B. Entendo que isso seja importante para você, mas depois do que vocês viveram, você não tem medo de voltar para lá...?
 C. Você não pode romper com o grupo! A Índia é londe demais! Não vamos mais te ver.

Minha irmã... Histórias de namoradinho. Foi seu primeiro amor, ele terminou com ela, ela estava aos prantos. Vou me encontrar com ela.
A. Oh, não, coitada. Ânimo!
 B. É só o primeiro. Ela vai se recuperar. Fique aqui com a gente!
C. Você quer que... eu te acompanhe? Quase não tivemos tempo de conversar.

Vamos dançar! Venha!
A. (Tomada pelo pânico e com incentivo da plateia, segurei a mão da Priya e fui com ela até o palco.)
B. N-não, vai você! Vou ficar te olhando!

É a Tara, uma velha amiga da escola. Não nos vemos com frequência, mas fiquei sabendo via facebook que ela tocaria aqui. Pensei que seria uma boa oportunidade para revê-la! Essa música ela já cantava quando tínhamos 14 anos!
A. Você que que a gente vá falar com ela?
B. Vocês pareciam bem próximas...É uma boa amiga? (Ou Neutra)
C. Vocês não precisavam de mim no palco.

Por que eu só convidei você. Não tem o Alexy, nem a Rosa ou a Melô... Só você e eu.
A. Justamente. Era isso que eu queria... Ficar sozinha com você.
B. É verdade que estou surpresa de não ter visto os outros essa noite.
C. Você, eu e a "Tara"!.

(...)
A. Diz uma coisa...
B. Certas coisas não precisam ser formuladas. Algumas vezes, só é preciso se jogar na correnteza... E e-eu quero me jogar nessas águas. IMAGEM

Rayan

Estamos sozinhos. Espero que a gente ainda tenha o direito de conversar na rua!
A.  Sabendo dos acontecimentos das últimas semanas, prefiro ser discreta.
B. Fazemos o que bem entendemos.
C. Por enquanto, nos limitamos a uma conversa. Não vejo por que isso seria um problema. 

Pronto, eles entraram nos dormitórios.
A. Estou cansada de não poder conversar com você com tranquilidade.Esgota. Tenho a sensação de que estamos infringindo a lei, sendo que só estamos conversando! ​​​​
B. Ufffa, foi por pouco!
​​​​C. Vou deixar que você vá até o auditório... Não é uma boa ideia ficar conversando aqui no meio do pátio.

Substituiria esse tipo de situação por conversas mais discretas...
A. Desculpe, prefiro deixar como está...
B. É uma excelente ideia. 

Ou encontro uma desculpa melhor do que essa, mas...
A. Sim, mas... É prerigoso, mesmo assim. Estamos nos arriscando bastante.
B. É uma ideia brilhante!
C. De qualquer maneira, veremos o que fazer se alguma coisa acontecer!

(...)
​​​​ A. Oferecer álcool a uma estudante? Estamos começando a transgredir muitas regras...
B. Hmm, parece ótimo. O que é?
 C. Não precisava! É adorável! 

Rapazes

Alexy

Nós dois conversamos muito, e eu também me informei. Acabei aprendendo muita coisa sobre o assunto.
A. Ela deveria parar a faculdade.
B. Você não acha que... Ela... não deveria ficar com esse bebê?
C. Droga... Não achei que pudesse ser assim tão intenso.

Eu nem tinha me dado conta de que você tinha sido agredida... Fico me sentindo mal.
A. O que? Não se preocupe, Alexy, está tudo bem.
 B. Verdade que você sumiu de uma hora para outra.

Garotas

Chani

Sim, mas você organizou tudo. Enfim, não vem ao caso. Mas por que ela fez isso?
A.Não sei... Tive a oportunidade de conhecer a mãe dela e acabei no meio de uma cena de briga de família no meu quarto. 
B. Sei lá. Imagino que ela não consiga se impedir de contar vantagem. Ela ficou bem decepcionada por não fazer parte da organização.

"..."
A. Eu queria te falar uma coisa... Fiquei surpresa de te ver chegar no evento com a Priya. Não sabia que vocês eram amigas. 
B. Bom, achei que alguma coisa não estava bem. Fico aliviada de saber que foi só o lado socialite da festa que te fez fugir. positivo ou nulo  
C. Na hora... achei que você tivesse brigado com a Priya, já que ela foi embora sem me falar tchau...

Caso tenha a Priya como paquera:
"Aaaiiii, você sonhou comigo? Conta, haha. "
A. Um sonho básico. Estávamos conversando no meu quarto e... você voltou para o seu quarto para dormir.
B. Sonhei que você me falou que tinha certos sentimentos pela Priya.
"Conta tudo! Você sabe que os sonhos são um reflexo do nosso subconsciente. É interessante analisar!"
A. Não, foi só isso!
B. E depois... A coisa tomou outro rumo...

Melody

Ah, oi!
A. Desculpa, Melô, demorei mais do que o previsto.
B. Oi! Pronto, cheguei, vamos começar.

Você acha? Fico com medo de ficar faltando alguma coisa.
A. Acho que não. Os artigo que você achou são ótimos, Melody. Tenho certeza de que vai ser suficiente!
B. É, talvez você tenha razão. Vou dar uma olhada a biblioteca.

Rosalya

Estou muito contente de ver vocês! Foi uma ótima ideia, Alexy!
 A. É mesmo. Faz tempo que nós três não nos vemos.
B. Eu deveria ter ficado estudando hoje à noite. Preciso levar as coisas a sério.
 C. Verdade, foi uma boa ideia.

Estou feliz com o Leigh. E, mesmo sabendo que seremos a melhor família do mundo, é importante saber que temos apoio.
 A. Porque esse ar tão solene? Está tudo bem?
B. Claro, Rosa. Não íamos te abandonar.
C. Reconheço que não deve ser fácil... É realmente uma grande mudança e ainda não consigo entender por que você quer tanto ter esse bebê durante os estudos.

"..."
A. Você quer que eu tome o seu copo, Rosa?
B. (Coloquei a minha bolsa na mesa para derrubar de propósito o copo da Rosa.)

As pessoas questionam demais. Não existe "momento certo".
A. Verdade. O que conta é a vontade de vocês. Se vocês tiverem noção da mudança que isso representa, farão o necessário.
B. Vocês vão ser ótimos pais..
C. Continuo achando que tem hora melhor do que durante os estudos. Mas a escolha é sua.

Como você está?
A. Tudo bem!
B. Tudo ótimo. O evento aconteceu sem problemas. Foi demais.

Yeleen

N-não, não estou te evitando!
A. Quer dizer que você não assume mais a mentira que você contou para a sua mãe durante o evento?
B. De qualquer jeito, imagino que vamos nos ver de novo mais tarde no nosso quarto.

Pare! Parece que estou ouvindo a minha mãe!
A. Talvez ela tenha razão! Você nunca ai estar à altura.
B. Por que você pega no meu pé o tempo inteiro?
C. Yeleen... Admita que está errado o que você fez. Mereço, pelo menos, desculpas.

"..."
A. Yeleen... Está tudo bem?
​​​​​B. (Virei de lado para tentar dormir de vez.)

Se respondeu A: (...)
A. Você quer conversar?
​​​​​B.(Preferi não falar nada.)

"..."
A. (Deixei que ela arrumasse suas coisas sem dizer nada.)
B.(Se eu não der o primeiro passo, nunca vamos sair dessa.)

Se respondeu B: E agora, do alto dos meus 23 anos, estou me dando conta de que vai ser preciso sempre mais. Para que, então...
A. Faça por você. É o quinto ano. Você não vai parar, sendo que está indo tão bem.
​​​​​B. Aprecio que você me diga a verdade e aprecio que tenha contado à sua mãe. Mas isso não pode ser uma desculpa para o que aconteceu na academ...

Bom, vou deixar você... Vou indo.
A. Aonde você vai todas essas noites, quando você não dorme no campus? 
B. Ok, até mais tarde. 

Outros

Docete

Traje
A. (A calça listrada no estilo "beetlejuice" com o top branco deve ficar legal. Hmm... Se bem que estou na dúvida entre esse aqui também.) Rota Nathaniel e Rayan
B. (O Macacão vinho é tão estiloso! Hmm... Se bem que estou na dúvida entre esse aqui também.) Rota Castiel e Priya
C. (Ainda não tive a oportunidade de colocar o meu vestido amarelo sol... E olha que ele fica legal! Hmm... Se bem que estou na dúvida entre esse aqui também.) Rota Hyun

Clemence

Deixe as chaves na caixa de correios quando você for embora.
A. Obrigada, Clemence. Boa noite!
B. Achei que a senhora estaria de serviço comigo, pelo menos, no início da noite.

Sr. Lebarde

Vamos ver, vamos ver... (Docete)? Você poderia vir aqui comigo, por gentileza?
A. Hmm, s-sim, claro. Já estou indo, professor.
B. É p-para uma pergunta surpresa sobre a monografia? Igual à ultima vez?

"..."
A. Obrigada, não precisa tanto... Eu não fiz tudo sozinha. O diretor fez toda a gestão, e eu recebi ajuda do Hyun, o garçom do café, e da Clemence, a dona.
B. Obrigada, professor.
C. Obrigada, adorei fazer isso! Estou pronta para organizar um novo evento quando vocês quiserem.

Navegação

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.