FANDOM


Respostas
Lista de Respostas dos diálogos fazer  Episódio 8 (Vida University) do Jogo  Amor Doce .

Respostas em verde: o loveô aumenta. 
Respostas em laranja: o amor não muda.
Respostas em vermelho: o loveô diminui.
Respostas em preto: resultado ainda não confirmado.

Paqueras

Nathaniel

Está tudo bem? Você não parece muito animada.
A.Sim, está tudo bem!
B. Vamos dizer que hoje não está sendo o melhor dia do ano...
C.Sim, sim. Só estou com fome ...

Bom ... Pelo menos, eu teria tentado!
A. Você não podia ter me mandado um SMS? Como faria qualquer pessoa constituída dentro dos parâmetros da normalidade ...
B. Você tem certeza de que não estava aqui esperando outra pessoa, e que, quando ele me viu cruzar seu caminho, decidiu inventar essa desculpa?

♥— Caso tenha tido encontro com ele na praia:
Bom, estamos perdendo tempo. Vamos. Não aceito não como resposta. E que eu pago! Vem.
A. (Não consigo entender como as mudanças de personalidade do Nathaniel ... Não é uma vontade de me distrair um pouco ou uma curiosidade que está me fazendo aceitar o convite dele ...)
B. (Lembrei do fim da noite que passamos na praia ... Foi um momento gostoso, até ...)
 

Eu adoro esse lugar. Aqui é ..
A. Nath, você me convidou para um restaurante do bairro ... Isso é um encontro?
B. Obrigada pelo convite ... É gentileza sua ...

Não exatamente, com certeza, mas, como eu já disse na praia, estou com você hoje e vou estar com qualquer um ... A diferença é que você não tem comportamento do mesmo jeito que os outros ... Você não foge diante das minhas atitudes.
A. Fiquei várias vezes na dúvida.
B. Eu ainda posso fugir, se eu quiser.
C. Eu te conheço, Nathaniel. Eu sei que o cara que eu conheci no ensino médio ainda está aí, escondido em algum lugar ... Não tenho razão para fugir.

Pode falar.
A. Eu tenho que falar, sendo que você ainda não decidiu me contar a verdade sobre as coisas que anda aprontando?
B. É a pressão por causa da monografia, meu job como garçonete não está indo muito bem, e, para completar, está rolando um boato na faculdade que talvez seja sobre mim!
C. Não é nada ... Vou ficar bem.

Um boato? Que história é essa?
A. Prefiro deixar quieto ...
B. Parece que o Sr. Zaidi está se relacionando com uma estudante ...

Se respondeu B: M-mas ele é supervelho!
A. É verdade ...
B. Que exagero. Ele tem 33 anos!
 

Sim. Deixa esses caras pra lá. Deixa todo mundo pra lá. Quando alguma coisa te encher o saco, deixa pra lá.
A. O antigo Nath nunca diria isso.
B. Você não ouviu o que eu falei? Eu não consigo.
C. É esse o seu segredo? Você manda todo mundo passear? É assim que você age na sua vida?

♥— Caso tenha confiado na Priya e contado a situação a ela:
Qual é o problema? Não estou entendendo! Você está se impedindo de fazer o quê? Por favor, fique a vontade!
A. Deixa quieto, Nath! [AUMENTA COM PRIYA]
B. Deixa pra lá, Priya ... Eu vou falar com ele e já volto. [DIMINUI COM PRIYA]
C. Parem, todos dois! A gente vai conversar e eu já volto.
♥— Caso tenha confiado no Hyun e contado a situação a ele:
Calma aí, ô, garçom. Não estão presentes num encontro romântico. Não estou interrompendo nada de importante. Eu só vou falar com ela rapidinho. Não se preocupe.
A. Não fale com ele desse jeito
B. Sim, eu queria mesmo falar com você.
C. Deixa pra lá, Hyun ... Eu vou falar com ele. Já volto. [DIMINUI COM HYUN]

(...)
A. O que você quer dizer com "preciso dele"?
B. Por que você estava com ele? [IMAGEM]
C. Por que você quer que as pessoas sejam uma denúncia? Eu mesmo que você fosse protegê-lo ... Apesar de tudo, ele é seu amigo.

Hyun

Pois é, estou vendo ... Mas não estou a fim de abaixar a cabeça.
A. Não consigo acreditar que ela teve coragem de te contestar!
B. Você tem razão de reagir. Isso não é normal.
C. Obrigada por ficar do meu lado diante dela.

Um outro assunto precisa ser esclarecido... Esse Nathaniel. Para mim, ele deveria ter feito alguma coisa há muito tempo.
A. Eu acho que a gente ainda não sabe da história inteira... Se ele não fez nada, com certeza, foi por uma boa razão. 
B. Da próxima vez que um homem de encontrar, vou pedir explicações. Não aguento mais aturar os borrões dele, assim, numa boa.
C. É, não sei o que pensar.

Eu cuido dela ...
A. Você vai acabar tendo problemas por minha causa. Não quero que você seja mandado embora do seu trabalho.
B. Obrigada, Hyun, de verdade ...

Priya

É você que eu estou ouvindo suspirar até do outro lado da cidade?
A. Estou fazendo tanto barulho assim?
B. Sim ... Tudo bem com você?
(...)
A. (Mas não me sinto à vontade o suficiente para contar para a Priya ... Sei o que ela vai me falar ... E-eu prefiro falar com alguém mais neutro ... O Hyun já me ofereceu ajuda. Vou falar com ele [CAMINHO IMAGEM HYUN] 
B. Priya, aconteceu a mesma coisa comigo... Com o mesmo homem. [CAMINHO IMAGEM PRIYA] 

Ele deveria saber! Ele deveria ter feito alguma coisa! E agora você me fala que estava com o cara, agora há pouco? Vou quebrar um cara dele!
A. Não. Eu não sei direito o que está acontecendo. Eu não falei que eram eram amigos. Não sei qual é a natureza das conversas deles .... Querendo ou não, foi o Que me salvou naquele dia. 
B. Não sei o que pensar ... Vou falar com ele. 
C. Vamos cuidar de uma agressão por vez ... Primeiro esse cara... Depois a gente fala sobre matar o Nathaniel.

Você está melhor?
A. Sim, bem melhor.
B. Ontem eu tive um dia terrível ... [IMAGEM]

Castiel

Parece que o único lugar disponível é do seu lado.
A. Oh, oi, sim, senta. Desculpa, acho que hoje eu não vou ser uma boa companhia.
B. Nada como o cantor do Crowstorm para me animar um pouco.
C. Eu queria um lugar discreto para não ser percebida, mas com você do meu lado, já era ...

Não sei, eu só ouvi a bolinha rolar. Levantei a cabeça nessa hora. Porque? O que é?
A. Nada (Escondi o papel para que ele não o visse. Não tenho forças para contar a ele o que está acontecendo.)
B. Se foi Você, Não achei graça nenhuma.
C. (Coloquei o papel na mão dele.)  [CAMINHO DA IMAGEM]

Uau... E... É sério?
A. Claro que não!
B. Sim, é sério, eu não te falei?
C. Não aguento mais, está cada vez pior ... Preciso sair daqui. [IMAGEM]

Fui eu que a salvei. Eu devo ter o direito de visitá-la!
A. Tudo bem, não tem problema.
B. Eu não estou vestida e estou toda despenteada. A gente pode falar mais tarde, Castiel?

 (...)
A. Faz uma eternidade que não vejo um aparelhinho mp3 como esse aqui! Você achou em alguma feira de antiguidades?
B. Quem sabe um dia você divide o palco com eles...
C. Eu poderia ter achado o grupo no youtube, mas é mais legal assim!

Rayan

(...)
A. (Mas, bom, prefiro ter certeza.) Sobre uma monografia? Porque? O Sr. Lebarde falou sobre mim?
B. Não sei se vou ter tempo.
C.Tudo bem. Vou tentar
 
 
(...)
A. Eu sei que você tem uma esposa.
B. O senhor ousa confessar esse tipo de sentimento ambíguos, sendo que tem uma outra vida? Que desgosto.

Passei o meu diploma universitário e decidi a fazer uma cidade longe de todas as minhas lembranças. Estava na hora de virar uma página.
A. Lamento tanto ...
 B. O senhor deveria ter ficado lá ... Mesmo se ela não estivesse mais lá, ela era a sua mulher.
C. Eu não queria ter obrigado o senhor a dizer tudo ... Eu ... (caminho da imagem)

(...)
A. (Prefiro não fala mais nada ... Seria falta de tato
B.(A empatia tomou conta de mim... Tenho a impressão de que ele quer continuar a falar) (Caminho da imagem) )

(...)

A. (Não consigo respirar direito... Estou congelada diante das palavras dele, da franqueza dele. Continua a ouví-lo com a atenção.)
B. (Não consegui me segurar ... Corri e acabei me jogando nos braços dele.) IMAGEM

Você vai querer nos conhecer melhor ...? Levando em consideração que isso é expressamente proibido? Você prefere que se apresente uma relação com o que devo ter? A estudante e professor?
A. Eu ... Estou contente de termos esclarecidos como coisas. Mas acho que, de agora em diante, deveríamos manter uma relação entre professor e aluna. (se escolher essa, o loveo vai vai ficar em 0 e não vai subir, pense bem antes de escolher)
B. Eu acho que eu ainda estou com a vontade de conhecer melhor, Rayan.

Se respondeu A: Respeito essa escolha.
A. Eu ... Eu não posso colocar o meu último ano em perigo.
B. Eu ...
 

Meninas

Chani

Acho que eu simplesmente nasci na época errada. Todas essas histórias de arte antiga e medieval ... Isso me dá a sensação de ouvir falar de um lugar fantástico ... Um pouco como se alguém me contasse a história de Gondor.

A. Gondor?
B. Não sabia que você era fã do Senhor dos Anéis!

É sério isso? Ela ousa falar nesse tom com você? Não deixe que ela pise em você!

A. (Respondi que eu poderia estar presente hoje à noite, mas que não tinha certeza de poder ir nos outros dias.)
B. (Respondi que estava de acordo com a programação da semana).

Tá tudo bem? O que foi que ele disse?
A. Ele me pressionou para que eu trabalhe na minha monografia.
B. Ele tentou me incentivar.
C. Ele exagerou um pouco. Não tenho a impressão de estar tão atrasada assim no meu trabalho.

Você gosta dele?
A. Não!
B. E-eu ... Eu não sei! (caminho da imagem com Rayan)

(...)
A. Você quer que a gente vá comer alguma coisa juntas, antes de eu ir?
B. Vou aproveitar para comer alguma coisa sozinha ... Estou precisando pensar. 

Tudo bem?
A.O que poderia ser pior, né? ...
B. Vou dormir. Você me faz bem.
C. Tenho muita coisa para cuidar hoje. Vou ver isso amanhã. 

Se vocês quiserem, as taxas serão feitas na sexta-feira. Quer dizer ... Não é uma obrigação, mas ... Podia ser uma boa.
A. É uma ótima ideia, Chani!
B. Não sei .... Alguns de nós gostam de sair na sexta.
C. Acho que eu prefiro estudar sozinha. (Diminui com a Priya)

Melody

O que você acha desse boato?
A. Uma idiotice. E não sei se vem do fato de que a gente chegou a tomar uma bebida juntos, ele e eu. De qualquer maneira, isso é coisa minha. Não é da conta de ninguém. E vou estar pronta para me defender!
B. Não entendo porque estão fazendo esse burburinho todo. Tirando o fato dele ser um professor, ele é humano.
C. O que ele faz da própria vida não é da conta de ninguém.

Bom, nós trabalhamos bastante juntos. Fico meio espantada de ver o que os outros andam falando ...
A. Cá entre nós, você tem alguma ideia de quem é o alvo? Quer dizer ... O boato é sobre uma estudante ... Você já o viu se aproximar de alguém?
B. Você não acha que seja o estilo dele? Ele nunca faria isso?

Você sabe que essa pode ter sido a base de todo o boato? Que, em seguida, foi ampliado e deformado.
A. Sim, eu sei. É justamente disso que eu tenho medo.
B. Você acha? Não tinha pensado nisso! (Melhor dar uma de inocente.)

(...)
A. Tem certeza de que ele é casado? Você já a viu com ele?
B. O fato de ele ser casado não é da minha conta ...

Rosalya

Precisei te pressionar até o fim e te ver desmaiada para me ligar! Desculpa, me desculpa mesmo..
A. É verdade que você mudou...
B.Pare de se sentir culpada. Eu não desmaiei por sua causa.
C. Aceito as suas desculpas.

Um turbilhão de emoções?
A. Sim ... Tem várias coisas que eu não te contei....
B. Sim. Não sei o que aconteceu. 

(...)
A. Tem um cara ... O Nath anda com ele ... Esse cara me agrediu numa noite, há um tempo, e agora  ele agrediu a Nina ... Ele precisa ser pego.
B. É isso... São essas preocupações que me fizeram explodir.

Yeleen

(...)
A. Yeleen? Você não vai à aula?
B. (Vou deixá-la dormir.)

Por acaso, você não chegou a vê-lo no fim de semana, Docete?
A. Sim ... Chegamos a beber juntos e com amigos que temos em comum, mas só isso. (diminui com Melody)
B. São boatos!
C. O que ele faz nos fins de semana não é da conta de ninguém.

O diretor veio aqui. Ele estava te procurando. Ele disse que era uma conversa particular e que ele voltaria aqui para conversar com você amanhã.
A. Já fiquei sabendo.
B. Então, que ele venha amanhã.
C. O que foi que ele disse, exatamente?

Outros

Docete

(...)

A. Você devia calar a boca! Quem você acha que é? Sorte sua que o Rayan não escutou o que você disse! 
B. (Não disse nada e fiquei quieta no meu lugar.)

Sr. Lebarde

(...)

A. Um ícone é um personagem que simboliza toda uma corrente.

B. E vou falar da personagem Ripley, do Alien.

C. Para criar um ícone, é preciso uma ideia precisa daquilo que representa um personagem feminino forte ...

 Você está um pouco repetitiva. Imagino que seja por causa do nervosismo, ou que você ainda não tenha redigido a sua introdução ... Mas, a essa altura do ano universitário, seria surpreendente!

A. Sim, sim, com certeza, é o nervoso!

B. Para dizer a verdade, eu redigi há pouco, mas ...

Clemence

(...)

A. Não ... Desculpe, Clemence, mas não estarei disponível esta semana. (aumenta com Hyun)

B. (Não estou a fim de pagar pra ver. Acho melhor fazer um esforço.) Sim, vou me organizar para poder vir durante esta semana. (Diminui com Hyun)

C. Ainda preciso de tempo para pensar.


Lucia

Bom Dia. Nós somos os pais da -. E o senhor, quem é?
A. É um amigo, o Rayan. (Diminui com Rayan)
B.  É o Sr. Zaidi. Ele é o professor da minha matéria principal. (aumenta com Rayan)
C. É só o meu professor. 

Bom, mas ele é bem mais novo que você!
A. Você precisava mesmo ficar amigo do meu professor principal?
B. Fiquei meio surpresa de ver vocês dois desse jeito.

Raphael

Achei bem simpático! Bom, agora que você está mais tranquilo, vou medir a sua pressão. Seus pais trouxeram uma prescrição do seu médico para que seja feito um exame de sangue. Então, vou fazer o exame agora, se estiver tudo bem para você.
A. Hmm ... Sou obrigado a fazer? Não sou muito fã de injeção.
B. Não obrigada. Prefiro deixar para lá.
C. Ok, sem problema.


Você é uma das estudantes mais corajosas que eu já vi, independente da idade. Nunca vi alguém tão tranquila diante de uma agulha. Descanse. Vou te trazer uma bandeja com as melhores coisas que eu encontrar na cantina.
A. Obrigada, Raphael ...
B. Não senti nada porque o senhor é um bom enfermeiro. Isso.
C. (Eu me contentei de dar um sorriso e deitei na posição mais confortável para voltar a dormir.)

Bom, se você sentir vertigens ou qualquer outra coisa do anormal, venha me ver. Foi agradável ter você aqui, mesmo se eu não desejo que você precise voltar.
A. Obrigada por tudo, Raphael.
B. Bom, a gente podia, talvez, tentar se ver fora da enfermaria ... Tomar alguma coisa, jantar ...

Navegação

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.